Sorte na carreira

Como escolher um curso superior na área de TI?

Após escolher a área de TI o ingressante do ensino superior ainda tem grandes escolhas para fazer. A primeira delas é: escolho um curso tecnólogo ou um curso bacharel?

Os cursos tecnólogos (Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão da TI, Jogos Digitais, Redes de Computadores, entre outros) são cursos com duração reduzida, entre 2 e 3 anos. Por esse motivo, esses cursos são mais focados em áreas específicas. Além disso, esses cursos tendem a ser mais baratos que os bacharéis. Mas cuidado, economia de tempo e custo é uma grande vantagem para quem já escolheu a subárea da TI que deseja atuar. Se você escolher o Tecnólogo em Redes de Computadores, por exemplo, e acabar não gostando, pode sair com a impressão de que TI não é para você, quando na verdade existe uma infinidade de outras subáreas que poderiam ser exploradas.

Já os cursos bacharéis (Ciência da Computação, Sistemas de Informação, Engenharia da Computação, entre outros) são cursos com duração estendida, entre 4 e 5 anos. Por esse motivo, esses cursos conseguem ser mais abrangentes e apresentar ao aluno uma quantidade maior de áreas. Esses cursos costumam ser um pouco mais caros, quando comparados aos tecnólogos. A grande vantagem de escolher um bacharel é que você terá contato com uma quantidade maior de subáreas, o que vai te permitir, não somente ter mais opções antes de dar o “match” com o que você quer trabalhar, mas também ter uma visão mais global sobre como a TI funciona.

Em resumo, a escolha entre bacharel e tecnólogo deve levar em consideração a maturidade da afinidade do aluno com uma subárea, tempo e valor disponível para investimento. Porém, após essa primeira decisão, o aluno ainda precisa escolher o curso!

Neste post eu vou falar sobre as principais diferenças entre os três bacharéis mais cursados: Ciência da Computação, Engenharia da Computação e Sistemas de Informação. Nos três cursos os alunos são estudar conteúdos similares, como programação, banco de dados, redes de computadores, matemática, administração, entre outras coisas. A diferença é que, depois das disciplinas em comum, cada curso direciona o aluno para um caminho diferente.

Na Ciência de Computação o foco principal é SOFTWARE. Aqui o aluno conhecerá a fundo os fundamentos da computação, e para isso terá mais disciplinas voltadas para programação avançada, bancos de dados avançados, cálculo, inteligência artificial, computação gráfica, entre outras coisas. É uma opção indicada para quem pretende criar suas próprias soluções em qualquer segmento de software.

Já na Engenharia de Computação o foco principal é HARDWARE. Aqui o aluno estuda a fundo a parte de elétrica e eletrônica, e para isso terá mais disciplinas voltadas para química, física, arquiteturas, simulação de sistemas, entre outras coisas. É indicado para quem deseja atuar no campo da robótica, dos carros inteligentes e da internet das coisas.

Já em Sistemas de Informação o foco principal é GESTÃO. Aqui o aluno estuda a fundo gestão de processos, projetos e pessoas, e para isso terá mais disciplinas voltadas para administração, finanças, marketing, empreendedorismo, entre outras coisas. O objetivo é formar um profissional capaz de projetar e desenvolver os sistemas que controlam os negócios de uma empresa.

Independente do tipo e do curso escolhido é preciso ter em mente que a área de TI está em constante evolução e que os profissionais que mais se destacam estão sempre se atualizando com livros, apostilas, cursos e vídeos. A Plataforma de Cursos Online da Grande Porte foi criada com esse propósito: ajudar os nossos alunos a se destacarem no mercado de trabalho através da constante aquisição de novas habilidades.

Profa. Gabriela Oliveira Biondi

#GrandePorte

#CarreiraTI

#CiênciaDaComputação

#SistemasDeInformação

#EngenhariaDaComputação

#BacharelEmTI

#TecnólogoEmTI

Doutoranda pela UFABC
Pesquisadora do CNPq
Professora Universitário
Empreendedora em TI
Voltar ao Blog

Assine nossa Newsletter gratuitamente

NOSSAS REDES SOCIAIS